Carrinho

Saber escolher o colchão ideal é uma tarefa que muitas pessoas têm bastante dificuldade. Isso acontece porque, atualmente, no mercado encontramos uma infinidade de modelos (existem mais de 32.481 modelos de espuma e 9.668 de molas). Dessa maneira, escolher o formato ideal muitas vezes se torna uma missão complexa. Por isso, resolvemos elaborar este guia do colchão para que você aprenda a escolher o melhor formato para você e para toda a sua família.

Afinal, de acordo com o Instituto Brasileira de Geografia e Estatística (IBGE), por exemplo: se fizermos uma estimativa de uma pessoa de 71 anos, certamente, ela passou pelo menos 23 anos dormindo! É muito tempo, você concorda?

Por isso, escolher o colchão ideal é sinônimo de qualidade de vida, bem-estar e saúde. Se você não sabe como fazer isso, não se preocupe! Com este guia do colchão, vamos ensinar tudo para você se tornar um expert no assunto. Ficou curioso?  Então, venha conosco e leia agora mesmo!

História do colchão

Primeiramente, no nosso guia do colchão, vamos conhecer a sua história. Você sabia que ele existe desde 3.400 a.C.? É isso mesmo! Naquela época, as pessoas utilizavam palhas, ramos e folhas para criar uma superfície seca e aconchegante para repousar tranquilamente. Para se proteger do frio e também para criar uma base mais confortável, com o passar dos anos, as pessoas começaram a utilizar peles de animais e outros materiais.

Ao que tudo indica foram os romanos que criaram o primeiro colchão utilizando algodão, palha, pelo e lã. Ele foi feito para o Rei Tutancâmon, que dormia sob uma cama de ébano (madeira nobre). Já o resto da população repousava em cima de pilhas de madeira.

Outro critério bem interessante sobre a história é que os romanos também criaram o primeiro colchão de água. No entanto, era bem diferente do que temos na atualidade. Eles acreditavam que a pessoa deveria deitar sob a água morna até atingir a sonolência.

Durante o Renascimento, os colchões eram preenchidos com feno e penas. Já o seu revestimento era de tecidos muito luxuosos como o brocado, veludo e a seda.

No século 18, foi criado o primeiro colchão estofado com algodão e, durante a Primeira Revolução Industrial, Heinrick Westplal inventou os colchões de molas na Alemanha. Eles eram confeccionados com aço em espiral — muito utilizado para criar os acentos das cadeiras.

Entre os anos de 1958 e 1959, a primeira empresa brasileira (antiga Orion, localizada em Brás, São Paulo) confeccionou a espuma de poliuretano (que utilizamos até agora!). Também foi na mesma década que se popularizaram os tecidos bordados (matelassê) em contraste com os lisos.

Então, ao conferir o nosso guia do colchão, não restam dúvidas: eles foram se aperfeiçoando com o passar dos anos até conquistar o ponto de excelência para o nosso sono.

Medidas dos colchões no nosso guia do colchão

Você já comprou um lençol de “solteiro” e ele não coube na sua cama individual? Ou comprou uma cama de solteiro e o colchão normal ficou “sobrando”? Isso pode ter acontecido porque a medida da cama era de 78 cm x 1,88 cm e a do colchão era de 88 cm x 188 cm.

Saiba que isso é muito comum acontecer. Por isso, é fundamental conferir as medidas antes de comprar tanto a cama quanto os jogos de lençóis.  Veja no nosso guia do colchão quais são as medidas principais:

Principais tipos de colchões

Agora que você aprendeu a história no nosso guia do colchão e também sobre as suas principais medidas, vamos conhecer quais são os tipos? Falaremos brevemente sobre as características dos principais materiais que encontramos no mercado. Vamos lá?

Espuma

O colchão de espuma de poliuretano é um dos mais conhecidos e utilizados no Brasil. Ele é feito por laminas e densidades diferentes de acordo com o biotipo da pessoa. A sua densidade é calculada por metro cúbico, variando pela altura e quantidade de quilos que ele suporta.Vale ressaltar que a densidade não determina o colchão ideal, ele só aponta qual é o peso máximo suportado.

Além da espuma de poliuretano existe a viscoelástica (mais conhecida como espuma da Nasa), sendo considerada uma técnica inteligente, uma vez que se adapta e se modela com qualquer biotipo. Vale ressaltar que essa é uma tecnologia muito boa, no entanto, encarece demais o produto e ainda o deixa com o aspecto de quente. Afinal, o corpo não transpira direito, pois as células de espuma são muito pequenas e não deixam o ar circular).

Você também encontra no mercado dos colchões a espuma de látex (semelhante às características citadas acima), que é bem flexível e também se adapta com todos os formatos de corpo, no entanto, é uma tecnologia cara.

Molas

Os colchões de mola são classificados como molas bonnel e ensacadas. As molas bonnel são caracterizadas por formar um colchão menos firme, no entanto, mais econômico. Assim, por exemplo, se a cama for de casal, quando uma pessoa se virar durante à noite, a que está ao lado também vai sentir o movimento.

Já as molas ensacadas individualmente (também chamadas de pocket ou nanolastic  — nomes criados por alguns fabricantes para diferenciar o seu produto quando, na realidade, é a mesma coisa!) proporcionam mais estabilidade nos movimentos, trazendo mais conforto para o repouso a dois. Vale ressaltar aqui no nosso guia do colchão que também é importante conferir a quantidade de molas por metro quadrado, para ter a certeza de que você vai adquirir um material de qualidade.

Híbrido

Os colchões híbridos são a melhor solução em colchões: eles contam com a tecnologia das molas e também das espumas. Afinal, ele é feito com uma camada de molas ensacadas e uma de espuma, unindo o melhor dos dois mundos!

Água

Os colchões de água são muito populares nos Estados Unidos e no Canadá. Eles apresentam a lateral de madeira ou em espuma, formando uma caixa que protege a água de vazar.  Por baixo é inserido um condutor de calor que mantém a temperatura escolhida.

Além disso, esse tipo de colchão era muito utilizado nos hospitais para o tratamento de feridas e queimaduras dos seus pacientes. No entanto, devido ao peso e a dificuldade de manuseio, atualmente, quase não são utilizados (pelo menos não para essa finalidade).

Ar

Os colchões de ar são revestidos nas laterais com placas de espuma e com um forro feito com tecido acolchoado e eles inflam por meio de um compressor de ar. Além disso, existem alguns modelos que permitem que o ar entre e saia para criar um movimento massageador (que auxilia na circulação sanguínea).

Dobrável

Você já viu um colchão dobrável? Normalmente, as pessoas costumam utilizar o colchão dobrável para visitas. Como o nome sugere, ele é um colchão de espuma que permite ser dobrado para ficar em cima de poltronas e camas, não ocupando muito espaço na casa.

Colchões que podem ser embalados a vácuo

Existem alguns colchões que podem ser embalados a vácuo para facilitar o seu transporte. Ele passa por uma prensa onde é comprimido e faz com que a sua altura chegue em torno de 7 cm de altura. Assim, a máquina expulsa o ar que tem dentro do colchão e a embalagem é selada, não permitindo que entre ar nele.

Após ser enrolado por um plástico de alta resistência, o colchão está pronto para o transporte. Quando chega na casa da pessoa e ela o retira da embalagem, o colchão “cresce” novamente, retornando ao seu estado normal.

No entanto, para que isso aconteça é preciso conferir alguns pontos principais:

  • usar matéria-prima de alta qualidade;
  • utilizar alguns segredinhos na produção (o colchão precisa ter alguns componentes diferenciados).

Isso porque, se você pegar um colchão ruim e embalar ele vai perder qualidade. Além disso, é preciso ter cuidado para que eles não fiquem enrolados por muito tempo (o tempo máximo é de 6 a 12 meses). Por isso, as lojas mantêm um estoque minimo e as fábricas enrolam apenas horas antes de enviar o produto para as lojas ou para os seus revendedores.

Guia do colchão: dicas sobre como escolher o colchão ideal

A primeira coisa que você precisa saber ao escolher o colchão ideal é que você não pode ser enganado! Afinal, existem diversas marcas que prometem milhares de recursos tecnológicos, quando, na realidade, você só precisa de conforto e firmeza.Então, saiba que o colchão pode ser simples: as molas proporcionam o suporte necessário para o seu corpo, deixando a sua coluna alinhada e não causando dores e é necessário ter uma camada de espuma que proporciona a sensação de conforto e maciez.

Avalie a qualidade do produto

Não olhe somente para o preço na hora de comprar um colchão ideal. É fundamental avaliar a qualidade do produto e que ele apresente um desempenho satisfatório, além de proporcionar o suporte ideal para a sua coluna.

Saiba exatamente tudo o que tem dentro dele

Você sabia que algumas empresas utilizam isopor na composição do produto? É isso mesmo! ISOPOR! Ah! Não se engane se a empresa façar que é uma placa de EPS. Afinal, isopor e EPS são a mesma coisa. Basta você digitar o termo no Google e, logo nas primeiras buscas, vai encontrar os resultados!

Então, entenda bem sobre o assunto e tenha a certeza do que você está levando para casa. Afinal, os detalhes técnicos do produto são a garantia de você estar investindo em um material de qualidade.

Confira os movimentos do colchão

Principalmente se você tem uma cama de casal, convenhamos: não é interessante se virar e a outra pessoa ter que se virar também, não é mesmo? Isso porque existem alguns colchões que são muito moles, fazendo com que os movimentos sejam totalmente perceptíveis e atrapalhando na hora do repouso.

Aqui, é importante avaliar quando um se mexe o outro não sente! Na realidade, existem diversos produtos no mercado que prometem isso, no entanto, somente um modelo surpreende todo mundo. É o teste com o vinho, você já ouviu falar? Veja:

Baseado na tecnologia internacional, agora aqui no Brasil você também pode contar com o conforto e estabilidade desse tipo de produto! Conheça o colchão Guldi agora mesmo!

Veja como preservar o seu colchão sempre novinho no nosso guia do colchão

Agora que você aprendeu tudo sobre o assunto no nosso guia do colchão, vamos conhecer como preservá-lo sempre novinho?

Primeiramente, é necessário ressaltar que todos os colchões têm prazo de validade. Normalmente, a espuma mantém a qualidade em até oito anos, já as molas costumam ter boa durabilidade até 15 anos.

Veja algumas outras dicas do nosso guia do colchão para manter a durabilidade do produto:

  • Não embale o colchão em um saco plástico
  • Utilize sempre protetor de colchão impermeável
  • Não pule, dobre ou fique em pé sob o colchão
  • Proporcione um giro no material pelo menos de 15 em 15 dias
  • Não coloque sob o colchão alguns objetos pesados ou pontiagudos
  • Utilize aspirador de pó pelo menos uma vez ao mês para mantê-lo limpo
  • Evite colocá-lo sob uma base sem ventilação
  • Não forre o colchão com cobertores ou plásticos
  • Abra as janelas do seu quarto para deixar o ar circular pelo ambiente
  • Caso ele seja molhado (com urina ou outro líquido) insira um papel-toalha para absorver o líquido. Você também pode vaporizar água e vinagre e colocá-lo secar na sombra
  • Se o seu ambiente é úmido lembre-se de colocar o colchão para fora seguidamente para ventilar e evitar mofo

Guia do colchão: faça agora mesmo um teste com a Guldi

Agora que você aprendeu exatamente tudo o que precisava saber sobre o assunto no nosso guia do colchão, precisamos conversar sobre o colchão da Guldi.

Vejamos: dificilmente você conseguirá saber se o colchão é bom ou não se apenas deitar nele por alguns minutos em uma loja, você concorda?

É necessário testá-lo no conforto da sua casa. E é exatamente isso que a Guldi proporciona para os seus clientes: você pode efetuar a compra do colchão pela internet e testá-lo gratuitamente por sete noites.

Caso você não goste (o que achamos uma missão quase impossível), nós retiramos o colchão da sua casa e devolvemos todo o seu dinheiro (inclusive o valor investido no frete). Maravilhoso, não é mesmo?

Ressaltamos isso porque a adaptação com um colchão novo é de três a quatro dias. Inclusive, muitos de nossos clientes já nos passam a avaliação positiva no terceiro dia. Então, tenha a certeza de que não estamos preocupados com o financeiro, mas sim, queremos oferecer a melhor opção para o seu repouso, bem-estar e qualidade de vida.

Você gostou do nosso guia do colchão? Entendeu tudo sobre o assunto?  Então, questionamos: quer ter um sono de qualidade? Faça um teste com a Guldi agora mesmo!


Se inscreva na nossa Newsletter. Deixe seu email e não perca mais nenhuma dica de sono!




Deixe um Comentário

Guldi

O colchão que vai reinventar suas noites de sono!

Receba os melhores descontos para comprar o seu!