Carrinho

Você já parou para pensar sobre qual é a composição do colchão que você dorme? Certamente, você já ouviu falar que existem colchões de espuma e molas. No entanto, você sabe qual é a fórmula do colchão ideal?

Questionamos isso porque, para você ter uma ideia, existem empresas que vendem colchão com isopor na sua estrutura (é sério!). Por isso, ressaltamos sobre a importância de entender melhor o que tem dentro do colchão para que você possa fazer a melhor escolha para você e para a sua família.

Aprenda agora mesmo qual é a anatomia do bom colchão! Basta ler o nosso post completo. Vamos lá?

Capa de revestimento

O revestimento do colchão precisa ser fresquinho no verão e quentinho no inverno e o ar deve passar com facilidade para evitar a proliferação de ácaros e bactérias.

Por isso, é indicado comprar um modelo com tecido com malha de poliéster (aproximadamente 53%) e viscose (47%). Assim, você tem mais conforto e não sente que ele “esquenta” no verão, tampouco, é gelado no inverno.

Espuma do colchão

A espuma é responsável por aliviar os pontos de pressão do seu corpo com o colchão enquanto as molas proporcionam o suporte necessário para a sua coluna.

Portanto, o formato ideal não pode ser nem muito macio, tampouco, muito firme. É fundamental que ele dê o suporte necessário para o seu corpo, mantendo a sua coluna alinhada.

Molas ensacadas

Normalmente, você vai encontrar no mercado de colchões dois tipos de molas:

  • Bonel: apresenta o melhor custo-benefício, no entanto é um colchão que costuma balançar muito. Se for uma cama de casal, quando uma pessoa se virar, certamente, a outra também vai se movimentar;
  • Ensacadas: mais recomendada, afinal o movimento do corpo de uma pessoa não interfere no conforto da outra.

Então, vamos falar sobre as molas ensacadas individualmente: elas prestam um suporte de até 95 kg/m² (representando 215 molas por metro quadrado) — isso dá o suporte para até 250 kg na sua totalidade.

Dessa maneira, ela apresenta mais resistência e durabilidade. Então, saiba que quando você for comprar um determinado modelo e o vendedor falar que ele é de molas ensacadas, você também precisa conferir a sua quantidade por metro quadrado.

Veja um exemplo de molas ensacadas que não proporcionam nenhum tipo de movimento.

Outra informação muito importante na hora de comprar o colchão é conferir quanto tempo ele tem de garantia. É fundamental que ele tenha pelo menos 5 anos contra defeitos de fabricação na sua totalidade. Aqui vai um segredinho: muitas empresas dão 5 anos de garantia somente nas molas, no entanto, no tecido ou em outras camadas, a garantia é muito menor.

O colchão ideal deve ter uma capa resistente e ser de fácil limpeza, espuma de qualidade e boa densidade, molas ensacadas e também ser de fácil manuseio. Agora que você aprendeu como deve ser a sua anatomia, que tal conhecer o formato ideal para os seus sonhos?

Conheça o colchão Guldi e faça a melhor escolha para você e para a sua família!


Se inscreva na nossa Newsletter. Deixe seu email e não perca mais nenhuma dica de sono!




Deixe um Comentário

Guldi

O colchão que vai reinventar suas noites de sono!

Receba os melhores descontos para comprar o seu!